Quais flores são comestíveis?

Flores comestiveis

 

É pra ver ou pra comer? Por que não os dois? Conheça quais flores são comestíveis, como ingeri-las e quais seus benefícios.

Para isso, nos atentaremos às chamadas Plantas Alimentícias Não Convencionais (PANC), uma categoria bastante rica em sabor, nutrientes e benefícios.

Conheça algumas flores comestíveis

Antes de qualquer coisa, é preciso saber quais flores servem para o consumo. Veja alguns exemplos a seguir:

  • Amor-perfeito: gosto levemente adocicado. Geralmente é utilizada em sobremesas, saladas e na decoração de doces.
  • Capuchinha: é rica em vitamina C e comumente utilizada em saladas. Possui propriedades digestivas e tem um gosto picante, semelhante ao agrião.
  • Dente-de-leão: carrega um doce sabor, parecido com o mel. É completa em vitaminas do complexo B e possui elementos importantes como ferro e potássio.
  • Hibisco: seu sabor ácido é indicado para o preparo de bebidas alcoólicas, saladas e até mesmo, xaropes. O uso de seu chá é muito conhecido no controle de diabetes e auxílio para emagrecimento.
  • Rosa: encontrada em saladas, geleias e guarnições. Pode ser usada para aromatizar e decorar doces.
  • Violeta: ideal para decoração de pratos, além de ser compor geleias, xarope, licor, saladas e sorvetes.
  • Calêndula: utilizada para embelezar refeições e serve como corante para sobremesas, além de ser fazer parte de muitos tipos de salada.
  • Alfazema: suas possibilidades de uso são vastas, pode compor doces, geleias, vinhos e comidas cozidas ou refogadas.
  • Cravina: sabor semelhante ao da rúcula, rica em vitamina C e inteiramente comestível. Possui propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes.

Antes de comer…

Flores comestiveis

 

Agora que você já sabe quais flores são comestíveis, é importante tomar alguns cuidados antes aproveitar seus benefícios.

Confira algumas dicas de consumo:

  • Nunca se alimente de flores adquiridas em floriculturas. Elas podem conter agentes químicos que prejudicam a saúde;
  • Para armazenar, mantenha as flores no refrigerador, de modo que evite contato com agentes externos do ambiente. Dessa maneira, podem durar até duas semanas;
  • Introduza-as gradualmente em sua alimentação, principalmente se possui histórico de alergia;
  • Consuma apenas as pétalas.

Plante em casa

 

Uma forma segura de incluir as flores na alimentação é realizando o cultivo caseiro.  Assim, terá controle sobre os agentes que interferem em sua composição, proporcionando segurança para o consumo. Ademais, não é preciso dispor de amplos espaços para o plantio, pequenos vasos já são o suficiente.

Agora que você já sabe quais flores são comestíveis, que tal começar a incluí-las na alimentação? Além dos nutrientes, elas dão um toque todo especial ao prato, podendo tornar a refeição uma experiência ainda mais interessante (e colorida!). E aí, vai experimentar?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *